É assim

Tatuagens

Nos áureos anos 90, era eu uma rapariguita com vontades próprias como qualquer adolescente, pouco consciente, fruto da idade, que queria fazer tatuagens, pintar o cabelo e todas as "irreverências" naturais da época. Felizmente, a minha mãe tinha mão em mim e simplesmente não me dava dinheiro à vontadinha, dizendo que poderia fazer o que… Continue reading Tatuagens